Pesquisa
Filters
Close
banner

CEO´s & Talento Humano & Decision Makers iinnovacción Lab

As Tecnologias Sociais da Informação, Comunicação e Innovacao (TSICI) para a gestão das mudanças do presente contínuo. Esta fusão de metodologias resolvem problemas, enfoca a organização e otimiza recursos para a geração de valores.

O processo é transversal (envolve todos os níveis da organização), inovador, experimental, ágil, dinâmico e prático aplicado a SEU caso.

Impacto da consultoria: o fazer individual e organizacional é redirecionado para ações eficazes e oportunas gerando um aumento na produtividade e benefícios no sentido mais amplo da palavra.

 

Agende uma reunião individual com sua equipe pelo whathsapp +598 94 30 98 00

 

Quanto perde sua organização por vínculos humanos internos e externos ineficientes, bem como por talentos não aproveitados?

No Uruguai, uma grande empresa perdeu 700 milhões de dólares por este motivo.

Como resolver estes problemas que não são nem lineares, nem lógicos, nem se solucionam com algoritmos de laboratório dada a sua alta complexidade humana? Como você trabalha com os diferentes contextos que se sobrepõem em sua empresa ou organização? Você sabia que em 85% dos projetos de mudança organizacional não há nenhuma mudança? Para que ocorra a "mudança" o processo de transformação é o caminho oportuno. Como isso é feito? Através da "Gestão" do Presente aplicando metodologias e técnicas que treinamos em Berlim, Bilbao, Madrid, Chile, Uruguai, EUA (Liderança MIT). Depois de treiná-las e compreendê-las decidimos investigar, desenvolver e inovar e, assim criamos uma fusão de diferentes metodologias em um único modelo, cujo nome é Tecnologias Sociais da Informação, Comunicação e Innovacao: TSICI.

 

 Fundamentos do nosso fazer: uma nova forma de trabalhar na era da aprendizagem.

 

1) Palestras colaborativas em Biologia Cultural, mais conhecido como o fator humano, é a base teórica do nosso fazer, e as estamos utilizando em conjunto com as:

2) Tecnologias Sociais de Informação e Comunicação (TSICI), sao a base prática, cuja transversalidade é de alto valor e impacto e geram informação chave e específica para o caso particular com o qual se trabalha. 

Deslocam-se para o método empírico de aprendizagem ensaio/erro e evita a paralisia por análise, os vícios ocultos e pontos cegos em todos os níveis da organização: alcançar metas, Gestão, produção, administração, logística, RH, I + D, liderança, equipamentos de alta performance, comunicação, gestão de projetos, solução de problemas, gerenciamento de mudanças, estratégia, design de produtos, serviços/conceitos e vendas.

As TSICI baseiam-se nas mais recentes descobertas em biologia e neurociências, "as emoções, sentimentos e intuição são algoritmos bioquímicos de processamento de dados" que são expressas no fazer do dia a dia de forma não linear ou de forma lógica e geram a cultura na qual vivemos definindo nosso presente.

"É a cultura e não a maldita economia" urbanista catalão Toni Jordi Puig e Doutor em Economia Ernesto Talvi, Diretor Acadêmico de um dos primeiros grupos de reflexão na América Latina.

 

MISSÃO: Otimizar o uso da informação-chave para que os indivíduos e organizações solucionem problemas.

O efeito colateral é: promover, reordenar, melhorar, inovar & conservar, e transformar favorecendo a criação de novos produtos/serviços ou mais genuína inovação. 

VISÃO: Aplicar e ensinar estas metodologias aos indivíduos e organizações e integrá-los como a nova fórmula do trabalho. 

VALORES: Ética = conhecimento, compreensão e ação oportuna; coragem, mente aberta, eficácia sustentável, confidencialidade, por nosso trabalho.

A nova fórmula do trabalho: "20% do tempo no Google tempo nos dedicamos a conversar, pensar e refletir". Laszlo Bock, RH Google.

 

"O século XXI é das emoções, as neurociências e as mulheres, esta é a grande mudança na qual estamos imersos e a grande mudança ocorre através de emoções”. Os seres humanos, por exemplo, temos a esclera branca, que nos permite ver os movimentos oculares do outro, lê-lo e colocar-nos em seu lugar. É a forma mais sofisticada de carícia. É preciso colocar as emoções no centro de nossa pesquisa, esta é a grande revolução do século XXI", Dr. Jordi Montero, neurofisiologista e Dr. em Biologia (MIT-Harvard),  Humberto Maturana (Prêmio Nacional de Ciências, no Chile, e duas vezes nomeado para o Prémio Nobel por suas contribuições à Ciência e Biologia do Amar e à Biologia do Conhecimento).

 

Em 2000, Goleman tomou sua pesquisa para o campo de trabalho e realizou uma pesquisa para mais de 500 empresas, onde verificou que, entre 75% e 90% dos resultados obtidos por um empregado dependia da sua IE (Inteligência emocional), em vez de seu QI e experiência. Isto ficou particularmente evidente para posições de liderança, e que é realmente, nada serve que um candidato tenha um histórico acadêmico excepcional se ele não tem inteligência emocional.

 

COMO FAZEMOS?
TESTEMUNHAS
MAIAN - Sr. Angel Dachs - Sao Paulo, Brasil -quarta-feira, 3 de maio de 2017
Beatriz e uma excelente profissional, muito pratica e objetiva. Tivemos ótimos resultados com a consultoria, identificamos muitos pontos de melhorias. muito obrigado!!
Eu trabalhei com Beatriz em um projeto que eu queria ter a minha maior conquista, juntamente com a sua técnica (Teoria U) eu pude ver, e orientar da melhor maneira para o sucesso profissional.
CORALI CASTELLANOS - DIRETORA na SABIA SAVIA -segunda-feira, 24 de abril de 2017
Nós somos Corali e Laura, Diretoras da Sabia Savia, empresa que fornece consultoria integral em nutrição, saúde coaching e cozinha. Trabalhamos com juntamente com Beatriz, na formação da empresa, durante 7 meses.
Quinta-feira, 14 de abril de 2016 Nós trabalhamos com a Beatriz, que desenvolveu uma consultoria em nossa Cooperativa aplicando a "Teoria U".Para todos nós foi muito útil.
INSCREVA-SE PARA RECEBER NOTÍCIAS